Desenvolvimento organizacional: conheça as etapas

Atualmente as empresas acabam por precisar buscar se reinventar com uma grande frequência. Com a globalização, o crescimento do e-commerce e as crises que podem surgir a qualquer momento são importantes buscar desenvolvimento organizacional, para lidar com as adversidades da melhor forma possível.

Desenvolvimento organizacional consiste em estratégias para mudar certos comportamentos a fim de colaborar com o crescimento e estabilidade da organização. Podem visar diversos objetivos como um ambiente mais harmônico, que haja sensação de pertencimento, qualidade de vida aos integrantes da organização além de estreitar as relações entre as hierarquias organizacionais.

Ele vem para auxiliar as empresas para um funcionamento eficaz mesmo diante crises, impulsiona uma grande aptidão em processos adaptativos, necessário diante de tantas mudanças no cenário mundial e a alta concorrência. Para saber mais sobre as etapas de implementação do desenvolvimento organizacional, siga nesse post!

Preparação

A primeira ação a ser tomada é informar aos profissionais quais os ajustes precisarão ser feitos na organização, como essas mudanças influenciarão os setores e funções. Preparando-os para as mudanças que virão, os profissionais ficarão mais seguros com as mudanças de dinâmicas pelas quais estão passando, tornando o processo menos penoso.

Elaboração para o desenvolvimento organizacional

Chegou o momento de elaborar como todas essas mudanças e alterações serão implementadas. Nessa fase é o momento de planejar quais serão os planos de ação metas, ponderar sobre como essas mudanças vão impactar a todos, se treinamentos serão necessários nesse processo de implementação do desenvolvimento organizacional.

Importante também estabelecer prazos para todos as necessidades percebidas, para que seja possível observar sem essas mudanças estão de fato sendo implementadas ou se, por fim, elas acabaram por ficar apenas no papel.

Transição

Nessa fase é o momento de monitorar esse processo de transição. Afinal, esse estágio consiste em identificar quais os pontos de dificuldade nessa transição. Além de buscar formas para reduzir o estresse que todas essas modificações possam estar desencadeando.

Nesse momento também é importante a transparência da gestão para com os colaboradores quanto as mudanças que tão ocorrendo, para facilitar esse processo. Ter um canal de comunicação para sanar as dúvidas e permitir a troca de feedbacks se faz de grande valia.

Efetivação

Esse é o momento de acompanhar de perto as mudanças e como os funcionários estão se adaptando a elas. Aqui é preciso que a equipe seja sempre encorajada. Ou seja, aqueles que estão enfrentando maiores dificuldades no processo sejam assistidos com maior atenção.

Fase em que se avalia se de fato as estratégias escolhidas estão surtindo os efeitos desejados e planejados no início da elaboração. Se a resposta para isso for afirmativa, é importante focar no prosseguimento dessas estratégias. Já se a resposta for negativa, é momento de traçar um novo caminho para buscar alcançar suas metas.

Gratificação para o desenvolvimento organizacional

Essa é a última etapa, nela as mudanças foram implementadas. Ou seja, a equipe já se encontra adaptada e os resultados esperados foram alcançados. Portanto, nessa fase é importante que todos os envolvidos nesse processo dividam o sucesso alcançado.

Incentivos e gratificações são essenciais para que a equipe se sinta reconhecida dentro desse processo na implementação de desenvolvimento organizacional.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!!!

Para outros conteúdos como esse acesse aqui o nosso blog!

Até a próxima.

Um abraço,

Renato Dip

Especialista em Carreiras, Coach & Palestrante