Por que devo ser persistente?

Ser persistente é tido como uma virtude e motivo de admiração. O fato é que, mais que uma característica positiva, a persistência deve ser encarada como uma necessidade de todos e deve ser desenvolvida para que se possa alcançar objetivos.

O que é e por que ser persistente é importante

A persistência é a capacidade de seguir em frente, mesmo com tantos obstáculos e estímulos à desistência, em prol de um objetivo ou de um sonho.

Ser persistente é importante para que você possa conquistar qualquer coisa na sua vida, em qualquer área. Seja no amor, na saúde, na aparência física, no lazer, nos estudos ou no trabalho, você não conseguirá obter prazer e a sensação de vitória se não for persistente o bastante para isso.

Muitas vezes é por falta de ser persistente que as pessoas deixam de estudar, desistem da viagem dos sonhos, param de ir à academia, dentre tantos exemplos de objetivos pessoais, o que, no futuro, causa desânimo e arrependimento.

A persistência é pautada por quatro pilares, características que, juntas, formam um perfil vitorioso. Confira:

1. Propósito

Para lutar em prol de alguma coisa, precisamos acreditar naquilo a que nos propomos e ter certeza do que queremos, pois os desafios são sempre grandes e, na dúvida, a chance de desistência é muito maior.

Para que lutemos com garra em favor de alguma coisa, a certeza de que aquilo será bom para nossas vidas é o gás e o incentivo para continuar seguindo adiante.

2. Autoconfiança para ser persistente

Nossos sonhos são do tamanho da confiança que temos em nós mesmos. De nada adianta estabelecermos uma meta que, de antemão, achamos impossível de ser cumprida.

Para ser persistente, portanto, você precisa se conhecer e ter a plena ciência de suas capacidades e habilidades, pois somente assim acreditará que terá a força, o conhecimento e a habilidade suficientes para atravessar todos os obstáculos que aparecerão e, ao final, obter êxito em sua empreitada.

3. Resiliência

A resiliência é fruto do desenvolvimento de uma inteligência emocional, quer dizer, a capacidade de administrar os próprios sentimentos e saber a hora certa de sofrer, mas, também, quando é chegado o momento de se reerguer.

Esse pilar, portanto, é a força de vontade que não morre dentro de nós mesmos. E que nos permite recomeçar mesmo depois de uma abrupta queda.

4. Flexibilidade

Apesar do estabelecimento de métodos ser importante para se alcançar um objetivo, não podemos nos apegar a planos pré-estabelecidos. Além de sofrermos sobremaneira caso não saiam conforme o pensado.

O mundo simplesmente é regido por inúmeros fatores. E, sim, as coisas podem sair do nosso controle e precisamos saber que não podemos fazer nada a respeito disso, além de nos adaptarmos. Muitas vezes, a energia despendida para se lamentar por uma situação adversa poderia ser canalizada para o estabelecimento de uma nova rota.

Portanto, ficou claro que a conquista de metas somente é possível quando se desenvolve a capacidade de ser persistente. Ou seja, somente através da qual se alcança o êxito.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!!!

Para outros conteúdos como esse acesse aqui o nosso blog!

Até a próxima.

Um abraço,

Renato Dip

Especialista em Carreiras, Coach & Palestrante