Produtivo na quarentena: é possível ser 100%?

Você está tendo dificuldades de ser produtivo na quarentena? Muitos brasileiros têm passado pelo mesmo dilema e tendo a autoestima diretamente prejudicada por conta disso.

O fato de muitos brasileiros estarem em casa cria a falsa sensação de que o aumento da produtividade deve ocorrer naturalmente. Mas é preciso ter em mente que apesar do tempo em casa, existem vários outros fatores que podem prejudicar isso.

A pressão do excesso de trabalho, a adaptação ao Home Office e o cenário atual acabam contribuindo para o aumento do estresse e da ansiedade. E esses dois fatores acabam dificultando a produtividade.

Não há como ser 100% produtivo na quarentena

Se você está se cobrando por não ser 100% produtivo na quarentena, tenha em mente que esse isolamento social está acontecendo com o objetivo de frear a disseminação de um vírus potencialmente normal.

Você não está passando mais tempo em casa “à toa”.

Existe uma grande bagagem emocional no período atual. E é totalmente normal que você não se sinta motivado, com energia ou focado todos os dias.

Um dos erros mais comuns é utilizar e associar o tempo adicional – que não se perde mais em deslocamentos – com a necessidade de realizar mais obrigações.

Não é porque você não precisa mais se deslocar 1 ou 2 horas até o trabalho que você precisa ocupar esse tempo com “coisas produtivas”. Até porque, todo o desgaste emocional acaba consumindo mais do corpo e da mente.

Momento de adaptação

Outro motivo que você não deve se cobrar por ser ou não produtivo na quarentena é o fato de estarmos em uma crise global. É claro que muitos vão se sentir diretamente impactados por conta disso.

Por isso, o foco aqui não é em ser 100% produtivo considerando os fatores de antes do COVID-19. Esse é um momento de adaptação.

Muita gente, por exemplo, está trabalhando pela primeira vez na vida em casa. E isso envolve mudanças não apenas em casa, mas também na mentalidade já que o nível de responsabilidade de trabalhar sem supervisão presencial aumenta demais nesse caso.

Para ser produtivo na quarentena, encare-a como uma maratona. Nenhum maratonista profissional começa disparando logo na largada. Porque chegará exausto nos últimos metros e ainda correrá o risco de nem finalizar a corrida.

Você precisa se preparar emocionalmente e começar em um ritmo regular. Se prepare para um período de crise de 12 a 18 meses no mínimo, seguido de uma retomada gradual do ritmo.

Se toda essa crise passar antes desse tempo, você ainda terá energia de sobra e um motivo a mais para comemorar. Mas, se ela realmente durar todo esse período você conseguirá manter um ritmo regular. Que não exija demais tanto da questão física como mental.

Agora que você sabe como para ser produtivo na quarentena você precisa adaptar suas expectativas. Não deixe de buscar por hábitos que te ajudem a manter o bem-estar físico e mental. E, dessa maneira, garantir mais motivação e energia para passar por esse momento tão delicado.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!!!

Para outros conteúdos como esse acesse aqui o nosso blog!

Até a próxima.

Um abraço,

Renato Dip

Especialista em Carreiras, Coach & Palestrante