Esgotamento mental: saiba como identificar e prevenir

Hoje iremos te ajudar a identificar e prevenir os diversos sintomas e condições que podem levar ao esgotamento mental, esta doença surgida principalmente no ambiente de trabalho, e que tem levado muitos profissionais a perderem o controle e desenvolverem diversas doenças.

Continue a leitura para que você esteja mais informado sobre o assunto, e saiba o que fazer caso identifique os sintomas em você ou em colegas de trabalho. Confira!!!

O que é esgotamento mental?

O esgotamento mental, também conhecido como Síndrome de Burnout é uma condição psicológica que acomete os seres humanos, causando diversas reações no corpo e na mente da pessoa.

Ela é principalmente associada ao dia a dia profissional, podendo surgir a partir de diversos fatores presentes no cotidiano.

Principais causas do esgotamento mental

As causas do esgotamento mental estão intimamente associadas a todo o estresse e problemas que podemos enfrentar diariamente em nosso ambiente de trabalho.

Podemos apresentar sintomas físicos e psicológicos, ou mesmo ter reações muito exageradas porque todos os pequenos problemas e pressões envolvendo nosso trabalho vão se acumulando, nos deixando cada vez mais estressados e cansados.

O excesso de trabalho também é uma das principais causas, uma vez que acabamos por ter de realizar diversas atividades em curtos espaços de tempo.

Sintomas do esgotamento mental

Conforme vamos nos estressando no cotidiano profissional, vamos acumulando diversos sintomas, capazes de nos deixar cada vez mais cansados e exaustos, até que entramos em colapso físico e mental, perdendo nossa capacidade de raciocinar e agir em diversas situações pessoais e profissionais.

Dentre os principais sintomas de esgotamento mental e que irão se repetir periodicamente podemos destacar:

  • Problemas para dormir – uma vez que nós não conseguimos desligar a mente, e mesmo tendo todos os processos favoráveis, levamos horas para dormir, ou quando dormimos, passamos do tempo necessário.
  • Variações no humor – que se altera facilmente, principalmente quando os momentos de pressão e estresse se aproximam. Perdemos totalmente o controle de nossas emoções, podendo estar felizes em um momento, e totalmente tristes e desanimados minutos depois.
  • Baixa concentração – já que encontramos dificuldades em focar e processar todas as informações do dia a dia. Podemos ainda sofrer com diversas alterações na memória, esquecendo de coisas muito recentes.
  • Agressividade – uma vez que ficamos extremamente irritados, e isso nos deixa agressivos com diversas pessoas e situações do trabalho.
  • Dores de cabeça e no corpo – apresentando-se como um dos sintomas que mais se manifestam, nos deixando confusos em relação às causas.
  • Distúrbios gastrointestinais – que aparecem principalmente no auge do esgotamento, causando úlceras e gastrites.

Como tratar e prevenir

É claro que todo o diagnóstico e tratamento devem passar primeiro pelas mãos de um profissional da área da saúde.

Porém você pode desenvolver algumas atividades em sua rotina, tentando diminuir os sintomas básicos do esgotamento mental. São elas:

  • Desenvolver o hábito de meditar, para que possa acalmar a mente e as emoções.
  • Praticar algum tipo de atividade física, que ajudam a melhorar diversos aspectos físicos e psicológicos.
  • Investir em momentos de lazer, longe do trabalho, com atividades que te deixam alegres e satisfeitos.

E realizar terapias, para que possa aprender a identificar os gatilhos e problemas relacionados ao estresse dentro do trabalho.

Por fim, não se esqueça de sempre procurar auxílio médico, assim que verificar que algo em suas ações pessoais e profissionais não estão dentro da normalidade, para que possa identificar os problemas e conseguir o tratamento adequado.

Gostou do post sobre esgotamento mental? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!!!

Acesse outros conteúdos interessantes em nosso blog, clique aqui!

Até a próxima.

Um abraço,

Renato Dip

Especialista em Carreiras, Coach & Palestrante